Educação 4.0: o que devemos esperar


É possível realizar uma Educação regrada em criatividade e inventividade, usando vários recursos e contando com um ambiente baseado em experimentação

POR:

Débora Garofalo

07 de Março | 2018


Não tem mais volta, a Educação 4.0 chegou! O termo está ligado à revolução tecnológica que inclui linguagem computacional, inteligência artificial, Internet das coisas (IoT) e contempla o learning by doing que traduzindo para o português é aprender por meio da experimentação, projetos, vivências e mão na massa.


Não existe um modelo pronto para aplicar e todos podemos (e devemos) contribuir, quebrando velhos paradigmas de anos impostos em uma educação descontextualizada, pautada em transmissão de conhecimento e ambientes pouco propícios ao processo de aprendizagem. Para muitos educadores ligados ao tema, o modelo pautado na cultura maker – do faça você mesmo – é um dos caminhos.


Para discutir esses modelos e desafios aconteceu em Manaus o Hackathon Desafio “Educação 4.0: transformando a experiência de aprendizagem por meio da tecnologia”, organizado pelo Instituto CERTI Amazonas, com apoio da Positivo Tecnologia. A proposta do evento foi juntar estudantes da educação básica, universitários e professores do Estado do Amazonas para que pensassem coletivamente na educação e como transformar a experiência de aprendizagem por meio da tecnologia. Ao lidar com questões de Matemática, Língua Portuguesa, Geografia e temas contemporâneos, como economia de água, energia, meio ambiente e inclusão, as equipes empregaram linguagem de programação e os recursos da placa Micro:bit, desenvolvida pela BBC, que é um computador de placa única, com processador Arm, que estará disponível em breve no Brasil.

Leia mais...


6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

REALMAKERS - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

  • Ícone branco do Facebook
  • Ícone branco do Instagram